Open/Close Menu Experiências e descobertas sobre a comida, a culinária e o comer

Se você é super viciado em conhecer coisas novas já deve ter notado a quantidade de casas de lámen que surgiram em São Paulo né?

Pois é, pensando nisso resolvi juntar todas as mini-novidades que SP tem apresentado sobre pratos japoneses, chineses, vietnamitas entre outras coisas interessantes!

Lamen ou Ramen

Lámen

O que é: Um queridíssimo bowl de macarrão elástico servido em um caldo quentinhos que pode conter shoyu, misso, algas (nori), cebolinhas e carne. Outros itens como massa de peixe, ovo, moyashi etc podem aparecer também!

O que antes era apenas Aska, Lámen Kazu e até mesmo o Porque Sim Karaokê no meu universo se expandiu para uma loucura de lámens em diversos bairros saindo da Liberdade. O interesse era tanto que eu e a minha querida amiga da pós-graduação da Gastronomia: História e Cultura fizemos um artigo sobre o tema. Durante a pesquisa descobrimos que a origem do prato é chinesa. Como? Os chineses que tentavam a vida no Japão cozinhavam o macarrão de uma forma diferente dos japoneses: acrescentavam álcali à água salgada usada para trabalhar a massa de trigo. Os japoneses simpatizaram com o novo macarrão e incorporaram a técnica. O caldo delicioso de carne foi adotado só depois da Segunda Guerra Mundial. Até então o povo nipônico usada frutos do mar e algas. Foi chamado de Shina soba, Chuka soba e finalmente virou lámen ou ramen. A palavra atual dizem que vem da palavra lamian, do mandarim.

“O primeiro estabelecimento a servir o que é conhecido como lámen chamava-se Rairaiken, em Tóquio, aberto em 1910. Na época, o prato era conhecido como Shina soba (junção dos nomes China e macarrão), exclusivo do Rairaiken. Como Tóquio já conhecia o macarrão soba do período da era Tokugawa, sua aceitação foi rápida.”

E os tipos? Como existem diferenças entre as regiões do Japão, os ingredientes e processos também diferem. A alma do prato é o caldo que pode ser shio (soja branca ou “de sal”), shoyu (molho de soja) ou missô (pasta de soja fermentada).

Agora, “ai” de você se comparar isso ao miojo. Momofuku Ando, que popularizou o famoso macarrão instantâneo para uma alimentação no contexto pós-guerra, não ia gostar nada disso. Experimente ir num casa de lámen e comparar o saboroso prato a um miojo… é quase certo que você será expulso. rs!

Quer saber mais? Veja a minha fonte: Moderna Cozinha Japonesa – comida, poder e identidade nacional – Katarzyna J. Cwiertka

Onde comer?

JoJo Ramen | Aska | Lámen Kazu | 2nd Floor | Izakaya Matsu | Tan Tan Noodle Bar | Momo Lamen

(endereços e links no final do post!)

Pho - Prato do Vietnam

Pho

O que é: Um delicioso prato vietnamita que consiste em uma sopa com macarrão de arroz (bánh pho), carne e ervas e outros condimentos não só aromáticos como cheios de sabor, que confere ao caldo de osso de boi um carinho no estômago especial.

A primeira vez que ouvi falar no pho foi em meados de 2000. Nessa época eu lia muitos tipos de quadrinhos japoneses, inclusive de artistas independentes que faziam fanzines. Em um deles, o pho era sempre, sempre, sempre mencionado. Desde a época de leitura de quadrinhos sou vidrada em comida…

Pois bem, quando o Paladar mencionou em uma matéria, tive certeza de que eu amo morar em SP: casas oferencedo Pho!!!!

Merecendo um post só para ele, o pho já foi tema de uma edição da Lucky Peach que eu, mega feliz, tenho aqui!

Lucky Peach - The Pho Issue
Lucky Peach – The Pho Issue

O prato icônico foi popularizado nas ruas de Hanói por volta dos anos 1900. Na revista, uma provável explicação do nascimento desse prato tem a ver com a interação e trocas entre os vietnamitas, franceses e chineses das províncias de Yunnan e Guandong: a influência da carne veio da ocupação francesa; o caldo com macarrão com os chineses e o macarrão de arroz já era vietnamita.
(Fonte: Paladar e Revista Lucky Peach)

Onde comer?

O interessante é que o Pho parece concentrado no Bom Retiro. O único que sai desse circuito é o Miss Saigon, que experimentei pela primeira vez no ano passado.

Miss Saigon | Pho.366 | Casa da Gabi

(endereços e links no final do post!)

Releitura do Gua Bao do 2nd Floor
2nd Floor

Gua Bao

O que é: Pãozinho feito no vapor, da mesma forma que os bao zi, mas esse é um snack típico Taiwanês. Recheado de barriga de porco suculenta, suan cai (mostarda), coentro e amendoim bem picadinho. A diferença maior entre o baozi e o gua bao é o formato e o tipo de recheio.

Admito que demorou um pouco pra que eu entendesse a diferença entre eles: gua bao é recheado como um sanduíche, enquanto o baozi lembra uma trouxinha e você não vê o recheio. Vi o gua bao sendo super divulgado por ele, de novo, David Chang e seu império Momofuku. Por aqui, fui experimentar uma primeira versão no 2nd Floor. Por sorte tem um monte de lugares aparecendo com esse lanche, um dos meus sandubas favoritos do momento!

Gua Bao taiwanês do Petiscos do Tigre
Petiscos do Tigre

E diretamente do google aprendi, neste exato momento, que esse snack é conhecido em algumas partes de Taiwan como  hó-kā-ti (虎咬豬; “tigre morde o porco”) por conta do formato de boca que o pão forma com seu recheio. O que explica MUITA coisa sobre o restaurante Petiscos do Tigre ter aqueles desenhos engraçadinhos do tigre acariciando o pobre porquinho. “AAAAAAHNNNNNN!!! Entendi.”

Onde comer?

2nd Floor Noodle Bar | Petiscos do Tigre | Bao Hut

(endereços e links no final do post!)

Esses são os que eu lembrei agora, mas de verdade… até na Casa do Porco você vê uma versão do mesmo lanche numa nova apresentação. E sério, igualmente bom!


Poke do Hi-Pokee
Hi-Pokee

Poke

O que é: Além de basicamente uma das melhores opções de prato para o verão, pense na seguinte situação: tiras de peixe cru com molho havaiano, na base uma cama de arroz, algas nori e outros ingredientes que podem variar de acordo com a receita. Pensou em Tirashi ou Temaki né? Nope! Isso é o Poke, um prato do Hawaii que teve claramente uma influência japonesa no caminho. Poke significa cortar, fatiar ou seccionar.

Bem-vindo à febre do Poke. Eu poderia estar brincando e falando da febre do Pokemon também, mas nesse caso é a do Poke Bowl.

Nos Estados Unidos, há um crescente interesse no bowl de poke. Sério, olha só! Eu ouvi falar desse tal poke onde trabalho. Tive a oportunidade de conhecer um pouco durante um breve papo com um gringo que tinha uma rede e já tinha previsto a tendência. Mas na hora de poder experimentar lá no exterior o universo disse NOOOOOO… você não vai ver isso aqui ainda. Mas o mesmo universo me ajudou a experimentar pela primeira vez durante as férias, no almoço! No início o Hi-Pokee só abria no almoço. E por mim, se não fosse tão longe eu ia fácil comer diversas vezes lá! O lugar e a comida é tão bem cuidada que dá mais gosto de ir! Fora a apresentação do prato que, na minha opinião, é um ponto de contato de branding: se em qualquer outro lugar eu avistar hashis e guardanapos dispostos das mesma forma, digo na hora: “Há! Cópia do Hi-Pokee”.

Onde comer?

Hi-Pokee | Mr. Pokee | Poke Poke

Onde comer essas delícias?

Lámen:

Aska
Rua Galvão Bueno, 466, Liberdade
Telefone: 3277-9682
Horário de funcionamento: 11h às 14h / 18h às 21h (fecha segunda)

Lámen Kazu
Rua Thomaz Gonzaga, 51, Liberdade
Telefone: 3277-4286
Horário de funcionamento: 11h às 15h / 18h às 22h30 (dom. até 21h30).

2nd Floor
Rua Leandro Dupret, 980, V. Clementino
Telefone: 5594-2809
Horário de funcionamento: 11h às 14h30 / 19h às 22h30 (fecha domingo).

Jojo Ramen
R. Dr. Rafael de Barros, 262 – Paraíso
Tel: (11) 3262-1654
Horário de funcionamento: Seg à sex: 11h30 às 14h30 /  18h às 22h (fecha domingo)

Izakaya Matsu
Av. Pedroso de Morais, 403, Pinheiros
Telefone: 3812-9439
Horário de funcinamento: 11h30 às 14h30 / 18h às 23h (sáb. só 18h/23h; fecha dom.)

Tan Tan Noodle Bar
Rua Fradique Coutinho, 153, Pinheiros
Telefone: 2373-3587
Horário de funcionamento: 19h às 23h30 (sex. e sáb até 0h30; fecha seg. e o último dom. do mês).

Momo Lamen
R. dos Estudantes, 34 – Liberdade
Tel: (11) 3207-5626
Horário de funcionamento: 11h às 15h / 18h às 21h (sex e sáb até 22h. Dom. até 21h)

Pho:

Miss Saigon
R. Três Rios, 430.
Tel.: 2645-2600.
Horário de funcionamento: 11h30 às 14h30 / 17h30às 20h (fecha domingo).

Pho. 366
R. Silva Pinto, 366, Bom Retiro.
Tel.: 3807-6141
Horário de funcionamento: 11h30 às 15h / 17h30às 20h (fecha dom.).
E não aceita cartão!

Casa da Gabi
(indicação Paladar: ligue para ver se o prato está disponível, nem sempre tem!)

R. Lubavitch, 99, Bom Retiro.
Tel.: 2768-2881
Horário de funcionamento: 11h30 às 20h (fecha dom.).

Gua Bao

Petiscos do Tigre
Rua Tomás Gonzaga, 107
Tel.: 2645-2600.
Horário de funcionamento: 11h às 22h30 (dom. até as 17h).

Bao Hut
Foodtruck. Clique no link para ver onde eles estarão!

2nd Floor
Rua Leandro Dupret, 980, V. Clementino
Telefone: 5594-2809
Horário de funcionamento: 11h às 14h30 / 19h às 22h30 (fecha domingo).

Poke

Hi-Pokee
Rua Augusta, 2052 – Cerqueira César
Telefone: (11) 3063-5408
Horário de Funcionamento: 11h30 às 16h (seg à sáb) / 19h às 22h (qui à sáb)

Mr. Poke
Rua Padre Garcia Velho, 44, Pinheiros
Tel.; 2364-4231
Horário de funcionamento: 18h30h às 23h (fecha dom. e seg.).

Poke Poke (quiosque)
Avenida Paulista 854 – Bela Vista (dentro do Top Center)
R. Padre João Manoel da Nóbrega, 57
Av: Faria Lima, 1811

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2015 DIM SUM CAFÉ . Todos os direitos reservados.