Open/Close Menu Experiências e descobertas sobre a comida, a culinária e o comer

Ahá. Novidades no ar!

Apresento a vocês uma parte novo do blog: receitas ou “as incríveis aventuras de quem nunca aprendeu a cozinhar e já acha que pode inventar coisas”!

Este ano me rendeu diversas mudanças pessoais e profissionais e achei que valia a pena relatar quais estão sendo as experiências para quem sempre apreciou comer fora porque não precisava cozinhar para comer em casa (mother’s comfort food). A primeira e única coisa que me lembro ter aprendido a fazer direito e a receber elogios foi o pudim. Depois, apenas anos depois, os cookies (hit de Natal, voltarão esse ano em novo formato!)

Quanto aos elogios, eu não sei se receberei ou não, mas é colocando a mão na massa pra saber né? Pois bem, a primeira receita a figurar por aqui é essa: FRANGO GRELHADO COM CHÁ.

Motivo:
Eu sempre tive muitos chás em casa. Eventualmente eles tem data de validade e talvez fosse uma boa ideia/desculpa começar a usá-los mais do que apenas para bebida. Já estava na hora deles pularem da xícara para outros lugares. 


O Chá: Pu’er / Bo-lei
Esse chá é tipico da província de Yunnan, na China. Bastante fermentado, a primeira vez que tomei me senti no meio do mato com aquele frescor todo de terra molhada, sabem? Chamado erroneamente de chá preto, ele que é oxidado 2 vezes e por isso tem um sabor tão de “Terra”. 
É um chá bastante típico para se comer com dim sum (uhu!)
Antes que eu esqueça de esclarescer: Bo-lei é o nome cantonês desse chá.

A receita: 
Uma adaptação da receita do Alexis Show – Pu-erh Tea Chicken & Mushroom Kabobs 
Ok. Uma coisa que vocês não sabem que eu faço quando estou começando a aprender a cozinhar: eu constantemente substituo as coisas nas receitas. Para quem nem aprendeu a cozinhar, não acho que essa deveria ser a ordem, devia aprender conforme a receita e depois ter a liberdade de mudar. Mas eu meio que não consigo. 
Espetinho? Ahn, deixa disso. Num tem cogumelos em casa… ok, próximo passo?

Pois bem, a receita original está no link acima. O que eu realmente fiz foi:

Ingredientes:
3 colheres de sopa de pu’er
½ xícara de água

½ xícara de molho de soja (não especificado, use o light)
½ de óleo de gergelim
suco de meio limão
1 colher de sopa de mel
1 esguichada do melaço que tinha sobrado do final de semana
Filé de peito de frango afinado
Os steps para o preparo:1. Faça o chá (3 colheres de pu’er) com a 1½ xícara de água depois de fervida2. Coe o chá, deixe esfriar para não cozinhar o frango e adicione o mel3. Misture todos os outros ingredientes, inclusive as folhas de chá que você coou previamente4. Depois que o chá esfriou, misture-o na marinada e coloque os filés para pegarem gosto. Refrigere de 6 horas – 24h. É só grelhar!
Resultado:
Que divertido, a marinado deu uma caramelada e criou aquela crostinha deliciosa. Outro ponto altissimo era enquanto o filé grelhada, um perfume de chá e terra molhada atingiram a cozinha toda… Fantástico!! 
Como a minha cobaia degustadora demorou para chegar, eu acabei fazendo o frango no dia seguinte (vide instagram) e resolvi incrementar tudo com couscous marroquino com legumes temperado com zaatar e um fingimento de salada de alfafa.
Avaliação: Definitivamente faço de novo!

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2015 DIM SUM CAFÉ . Todos os direitos reservados.