Open/Close Menu Experiências e descobertas sobre a comida, a culinária e o comer

Primeiro post de 2015! Como estou cada vez mais curiosa em aprender e divulgar a comida chinesa, comecemos com ela!

Se alguém viu, fiz um post sobre curiosidades da comida chinesa falando de pratos reconhecidos como “típicos chineses”, mas que ninguém na China de fato come. 

Dessa vez, achei no Eater alguns pratos que os chineses realmente comem. E resolvi também destacar aqueles que eu gosto assim…. MUITO! Comfort food instantâneo!


Com alguma adaptação, indico onde você pode comer alguns deles e espero que vocês também façam sugestões de onde comer, afinal… Gosto é gosto.


PATO DE PEQUIM / PEKIN DUCK

 

 

Como diz o próprio nome, o Pato é uma especialidade da região de Pequim/Beijing. Se você imaginou o pato como se fosse um frango, surpreenda-se: esse prato tem o máximo aproveitamento da ave. Com a pele, temos uma casca dourada e crocante que acompanha panquecas e cebolinhas. Com a carne acompanhada do arroz, uma belissima refeição. Com outras “partes” obtem-se sopa! E em alguns casos, você pode encontrar a língua apresentada como prato.
#ficaadica: peça o arroz com bacalhau

Sopa e panqueca que acompanham o pato de pequim no restaurante China Lake [photo: minha]

Onde comer: China Lake – Rua Marechal Deodoro, 525 – Santo Amaro – São Paulo – SP

 
JELLYFISH
 

Água-viva eu me lembro de já ter comido em restaurante. Mas também me lembro de ter comido em casa. Fica ótimo com óleo de gergelim e cebolinhas! A textura pode ser um pouco estranha para alguns: apesar da aperência gelatinosa é um pouco crocante! 

Onde comer: Alguns restaurantes tem, mas não consigo lembrar de nenhum para indicar.
Onde comprar: Mercearia e Bomboniere Towa –  Praça da Liberdade, 113 – Liberdade – São Paulo 


OVO DE MIL ANOS
[photo: minha!]

Certo. Na minha pós de Gastronomia: História e Cultura, esse foi um dos itens tabu para muita gente. A aparência não usual do ovo tem essa textura gelatinosa onde é a clara e escura onde é a gema. O motivo é por conta da mistura no qual o ovo fica apurando: argila, cinzas, sal, cal, casca de arroz. Se você conseguir passar essa barreira, vai descobrir que o ovo tem um sabor muito único. Minha opinião? Melhor comer com zhou (canja com bastante arroz chinesa), onde tudo ganha sabor e texturas variadas!

Sugestão: coma o ovo de mil anos junto desta sopa, o zhou

Historicamente, não se sabe exatamente de quando é esse método de preservação do ovo. Buscando rapidamente, há indicações de que o processo já ocorria em Hunan, durante a dinastia Ming. Onde comer: Wan wan – Rua Galvão Bueno, 555 – Liberdade – São PauloOnde comprar:• Mercearia e Bomboniere Towa –  Praça da Liberdade, 113 – Liberdade – São PauloMei Sim – Praça da Liberdade, 83 – Liberdade – São Paulo

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2015 DIM SUM CAFÉ . Todos os direitos reservados.